Teatro Ribeiro Conceição

Teatro Ribeiro Conceição

Apresentação ‘Um Palco. Todas as Artes!’

A presença viva das questões culturais nos diferentes contextos da vida social é um sinal forte do nosso tempo, uma marca profunda da modernização e um compromisso de desenvolvimento da personalidade humana. A vivência cultural dos lamecenses exige há muito a consolidação das condições materiais de trabalho, que são agora satisfeitas pela abertura do Teatro Ribeiro Conceição.

O Teatro Ribeiro Conceição será uma estrutura de programação consistente e regular das várias artes, constituindo-se como catalisador da criação artística sob todas as suas formas. Tendo em conta que a circulação de saberes, ideias e experiências é tão importante para um são desenvolvimento cultural, quanto a potenciação dos recursos locais, o Teatro Ribeiro Conceição afirma-se como um espaço de encontro de discursos artísticos nacionais e internacionais.

A par da multiplicidade estética, enriquecida pelo acolhimento a estruturas regionais, nacionais e estrangeiras, os hábitos de convivência e fruição estimulam a exigência de qualidade indispensáveis a uma real confluência de públicos e artistas numa cadeia de comunicação e formação; e num palco, todas as artes.

Missão e Objectivos

Salientando uma preocupação em firmar e formar públicos, o Teatro Ribeiro Conceição tem como missão sensibilizar a população para a diversidade tanto diacrónica como sincrónica das práticas e géneros artísticos, através de uma escolha criteriosa de obras, intérpretes e criadores, cada um deles reflectindo uma vivência e um discurso bem caracterizado.

Os objectivos específicos são:

– Assegurar uma programação regular de qualidade;

– Fomentar a criatividade, o encontro e intercâmbio de ideias entre diferentes artistas portugueses e estrangeiros;

– Promover a formação cultural através do desenvolvimento de actividades dirigidas quer ao público em geral e aos novos públicos, quer às diversas instituições e associações cívicas e a todos os intervenientes na actividade cultural da região;

– Garantir o apoio técnico e logístico a outras instituições e criadores na realização de projectos de índole diversa;

– Participar nas redes nacionais e internacionais de circulação de espectáculos;

– Contribuir para o aumento da oferta nacional de produção de espectáculos;

– Estimular a reflexão e a crítica formadora de consciências.

Filosofia de Programação

Os objectivos acima citados concretizam-se em práticas artísticas e pedagógicas que se espera proporcionar espaços de co-habitação frutuosa entre diferentes realidades sociológicas. Se a montante no domínio artesanal se cria a possibilidade de um trabalho continuado entre criadores, a jusante no outro extremo da cadeia de comunicação o comentário, a crítica e a participação nos espectáculos criarão a oportunidade do convívio entre artistas e público. Trata-se no fundo da mesma lógica subjacente à estratégia do diálogo entre estéticas e tempos diferentes, opção central das nossas escolhas de programação.

Raul Pinto

Programador do TRC

Agenda do Teatro Ribeiro Conceição

2008